COMPARTILHE
essa página
FacebookTwitterLinkedInWhatsAppTelegramMessenger

Introdução Profissional ao Forex

  

Nenhuma imagem ou texto devem ser tomados como indicação de investimento. Todo o conteúdo a seguir deve ser visto apenas com fins educacionais

Vamos lá. Você acaba de iniciar uma sequência de aprendizado completo de Forex em língua portuguesa. E não digo isso apenas para prender sua atenção, pois esse material vai de fato te levar a outro nível, o nível dos profissionais. Se você estudar todo esse conteúdo e entender o que está aqui explicado, não tenho dúvidas que além de poder buscar a consistência, você poderá inclusive ensinar outras pessoas. Isso tudo é devido à altíssima qualidade do conteúdo aqui presente.

Meu pedido é que estude todo esse conteúdo com a mente aberta, pois o trading tem inúmeros paradoxos e pontos complicados de aceitar, além de o Forex ser um mercado bastante peculiar, com especificidades as quais é preciso atenção. Mas fique tranquilo, a forma como esse material foi escrito vai te guiar em um passo a passo realmente esmiuçado. Ninguém sai daqui sem entender o verdadeiro sentido do que está sendo ensinado.

Sem mais delongas, vamos começar aprendendo os conceitos mais iniciais desse mercado. É através deles que toda a base de sua jornada será fundamentada, pois ninguém se dá bem em um negócio sem saber o máximo sobre ele.


O QUE É FOREX?

O nome “FOREX” é a abreviatura de “Foreing Exchange”, que traduzida literalmente para o português seria “Troca Estrangeira”. E como há o “Forex Market”, temos então o “Mercado de Troca Estrangeira”, comumente chamado aqui no Brasil de Mercado de Câmbio. Se trata de um mercado onde grandes bancos, empresas, governos, investidores e traders negociam as mais variadas moedas existentes no mundo. Nele ocorrem as trocas necessárias para que inúmeras atividades sejam realizadas ao redor do planeta.

Quando decidimos viajar para um país estrangeiro, sabemos que não poderemos usar a nossa moeda naquela localidade, então precisamos trocá-la pela moeda usada no país de destino. Suponha que você faça uma viagem para a Disney, então você precisará trocar seu dinheiro por dólares americanos. Ao fazer essa operação em um banco, ou mesmo em uma casa de câmbio, você estará participando do mercado Forex. Simples assim.

Mas não são somente as pessoas que precisam substituir seu dinheiro para negociações no exterior, empresas e bancos são frequentes participantes nesse mercado mundial. Imagine uma empresa como a Apple, que deseja comprar insumos na Suíça. A Apple não poderá usar os dólares americanos para essa negociação, ela precisará trocar a sua moeda por francos suíços, para só então ter acesso ao mercado e adquirir os produtos desejados. Imagine agora uma empresa alemã, que queira um empréstimo de um banco inglês. Certamente o banco inglês não poderá entregar libras para essa empresa, já que ela deseja trabalhar com euros no seu país. O banco inglês então, em contato com outro banco da zona europeia, efetuará uma troca de Libras Esterlinas por Euros, para que o empréstimo possa ser realizado. E essas transações serão realizadas onde? Exatamente, no Forex.


Tamanho e Funcionamento do Mercado

O mercado Forex é o maior e mais líquido mercado do mundo, onde se movimentam mais de 6 trilhões de dólares diariamente! O Forex funciona 24 horas por dia, durante 5 dias na semana. Os principais centros de negociação estão em Londres, Nova York, Zurique, Tóquio, Frankfurt, Hong Kong, Paris, Singapura e Sydney. Para se ter uma ideia, a Bovespa movimenta cerca de 10 bilhões por dia, o que não é nem 0,2% da movimentação diária do mercado de câmbio mundial.


Desde já, saiba que o mercado Forex não é centralizado, como são, por exemplo, as bolsas de valores. Isso significa que o Forex não tem um local físico, nem um administrador oficial centralizado. Por exemplo, na bolsa de valores de São Paulo, a Bovespa, as ordens de compra e venda são todas processadas em um mercado central, a própria bolsa de São Paulo, e tudo passa por ela. No Forex isso não acontece, pois as negociações de moedas são todas entre bancos (interbancárias). São os grandes bancos mundiais, localizados nas cidades citadas mais acima, que negociam entre eles as transações de trocas de moedas. Não há um local único para essas transações, e não há um órgão central regulador das operações, é tudo negociado “um a um”.

Interessante ressaltar que cada banco terá a sua cotação da moeda, que pode ser diferente de outros bancos. Mas as corretoras de hoje conseguem valores bastante próximos dessas cotações, e são responsáveis pelo acesso ao mercado interbancário. Simples traders como nós não temos acesso fácil a essas transações entre grandes instituições, pois eles negociam cifras de milhões, sendo comum negociarem bilhões e bilhões diariamente. Resta-nos operar através de uma corretora que nos forneça a possibilidade de trabalhar com moedas no Forex.

“Já que é um ‘mercado’, o que se negocia nele?”

No Forex, como foi explicado, os participantes negociam dinheiro. Sim, nesse mercado diariamente se compra ou vende dinheiro, moedas de diversos países. Ao comprar dólares americanos, é como se estivéssemos investindo nos Estados Unidos. Da mesma forma, se alguém comprar Real brasileiro, é como se estivesse investindo no nosso país.

Se a economia de uma determinada nação está indo bem, sua moeda se valoriza em relação a outras. Mas se está indo mal, a cotação sofre uma desvalorização. É comum ouvirmos todos os dias nos noticiários que a cotação de determinada moeda valorizou devido à melhora na economia. Isso significa que mais pessoas, empresas, bancos desejaram investir naquele país, pois sentiram que se depositarem suas economias ali, terão mais chances de terem lucros, ou mesmo se protegerem de perdas em seus patrimônios.


No Forex existem 8 moedas que são mais negociadas no mundo todo, e cada uma representa um país ou zona econômica. São elas:

As siglas são dadas pela nomenclatura de cada um:

USD – United States Dollar

EUR – Euro

GBP – Great Britain Pound

AUD – Australian Dollar

NZD – New Zealand Dollar

CAD – Canadian Dollar

CHF – Confoederatio Helvetica Franc, uma expressão em latim, que traduzida literalmente significa “Franco da Confederação Suíça”. Dadas as diferentes línguas usadas na Suíça, o latim é utilizado para inscrições de linguagem neutra em suas moedas.

JPY – Japanese Yen

De todas as moedas negociadas no mundo, o dólar americano (USD) se sobressai por vários motivos. Entre eles tem-se o fato de ser a moeda que os países mais mantêm em reserva cambial, e devido a inúmeros ativos serem sempre negociados majoritariamente em dólar. É o caso por exemplo do petróleo e do ouro. Além disso, toda negociação de moeda no Forex acaba envolvendo o dólar, como explicado nos próximos parágrafos.

Sempre que negociamos no Forex, fazemos através de pares de moedas (não se preocupe, mais adiante será explicado). Ou seja, se compramos dólar, temos que pagar essa aquisição em alguma moeda. Se compramos dólar com nossos reais, então adquirimos os USDs e pagamos com nossos BRL’s (reais). Caso um europeu queira adquirir dólares, o fará mediante a entrega de seus euros. Nas negociações citadas, foram usados os pares USD/BRL e EUR/USD.

Quando as negociações de moedas não envolvem o dólar, ainda que não diretamente, essas operações são chamadas de “negociação cruzada”, e você terá muito mais detalhes sobre isso nesses artigos, fique tranquilo.

Quem são os operadores desse mercado?

A seguir você verá uma lista de entidades que fazem parte de gigantesco mercado que é o Forex. Como você já deve saber, é um ambiente em que não só indivíduos ou empresas trocam suas moedas, mas também bancos, fundos de investimento, entre outros. É importante conhecê-los pois você terá uma noção de como funciona o Forex ao redor do mundo, e isso influenciará sua percepção de mercado.

Bancos – O mercado interbancário permite a maioria das transações comerciais no Forex e grandes quantidades de operações especulativas por dia. Alguns grandes bancos negociam bilhões de dólares diariamente. Às vezes essa negociação é feita em nome de clientes, mas também podem ser os traders do próprio banco operando o dinheiro da instituição.

Empresas – Como falei nos exemplos, as empresas precisam usar o câmbio para pagar por bens e serviços em países estrangeiros. Uma parte importante da atividade diária do mercado Forex vem de empresas que querem trocar moedas para realizar transações em outros países, como no caso hipotético da Apple comprando insumos na Suíça

Governos e Bancos Centrais – O Banco Central de um país pode desempenhar um papel importante no mercado de câmbio. Ele pode causar um aumento ou diminuição no valor da moeda de seu país tentando controlar a oferta dessa moeda, a inflação e a taxa de juros. É comum ouvirmos no noticiário que o Banco Central do Brasil efetuou uma venda de bilhões de dólares para conter a alta da moeda, diante de informações negativas para o Real. Em 2016 houve uma crise tão grande aqui no país que o Bacen precisou intervir diversas vezes no mercado de câmbio. Para isso os Bancos Centrais podem usar suas reservas cambiais, depositadas em outros países, para tentar estabilizar o mercado.


Fundos de Hedge – A grande maioria das transações de câmbio são de natureza especulativa. Isso significa que quem compra ou vende uma moeda não tem planos de recebê-la, de tê-la em mãos. Em vez disso a transação é executada com a única intenção de especular sobre o movimento dos preços dessa moeda em particular. Os especuladores de varejo (eu e você) somos minúsculos em comparação com os grandes Fundos de Hedge que controlam e especulam com bilhões de dólares de capital diariamente no Forex.


Indivíduos – Caso você já tenha ido para outro país e trocou seu dinheiro pela moeda local em uma casa de câmbio, ou mesmo no aeroporto ou no seu banco, você já participou do mercado Forex.

Investidores – Empresas de investimentos que gerenciam carteiras para seus clientes usam o Forex para facilitar transações em títulos estrangeiros. Por exemplo, um gestor de investimentos que controla uma carteira de ações internacional precisa usar o Forex para comprar e vender vários pares de moedas com o fim de pagar por ativos estrangeiros que queira comprar.

Traders de Varejo – E finalmente chegamos aos traders de varejo (eu e você). A indústria de comércio de varejo vem crescendo todos os dias com o advento de plataformas de negociação de Forex e a facilidade de acesso através da internet. Os traders de varejo acessam o mercado indiretamente através de uma corretora, ou mesmo um banco.


NEGOCIAÇÃO ATRAVÉS DE PARES


Já que no Forex o ativo negociado é o dinheiro, ele é um mercado bem peculiar. Ou seja, se no mercado de câmbio compramos e vendemos moedas, precisamos pagar por elas, e esse pagamento também será em dinheiro. Pode parecer confuso no início, pois é mais fácil pensar em “TROCA” de moedas. Mas tenha o entendimento que toda operação no Forex tem um custo, e esse custo precisa ser calculado, logo, precisamos considerar que para comprar dinheiro, precisamos pagar por ele, e pagar em dinheiro. E de fato é assim que acontece, não é apenas uma simulação para esclarecimento. Pois sempre que compramos moedas no Forex, entregamos outra moeda no lugar, e esse ‘entrega’ é o pagamento por aquelas que estamos adquirindo.

“Para comprar dinheiro

precisamos pagar por ele,

e pagar em dinheiro”

Por hoje ficamos por aqui, mas aguarde as próximas partes dessa super série, garanto que você irá gostar muito. Para isso, fique atento onde você pegou esse link, e retorne lá para ser avisado quando sair um novo artigo.

Espero ter te ajudado.

Deixo aqui meu abraço e o desejo que você tenha as habilidades necessárias para ser um trader de sucesso.

Se ainda não tem conta demo aqui na Vantage, acesse esse link, crie uma de forma simples, e você já poderá inclusive testar os estudos e análises que faço regularmente aqui. Espero que goste, e fique sempre atento ao local onde você pegou o link que o trouxe até esta página, pois toda semana estamos atualizando ótimos ativos regularmente.

Experiência comercial Plus

Previous
Next

Abertura de conta rápida e fácil

  • Registre-se

    Escolha um tipo de conta e inscreva-se

  • deposite

    Deposite fundos na sua conta com uma ampla variedade de métodos de depósito

  • Faça trading

    Tenha acesso a mais de 1.000 instrumentos de CFD em todos os tipos de ativos no MT4/MT5.

Isso é tudo. É muito fácil abrir uma conta de trading Forex e CFD.
Bem-vindo(a) ao mundo do trading!
ABRIR CONTA REAL

Fale conosco

  • Questões gerais

    Estamos aqui para fornecer a você uma jornada de trading bem-sucedida, desde a abertura da conta até o financiamento e a negociação.

    [email protected]
  • Clientes Premium

    Se você estiver interessado em se tornar um premium para desbloquear serviços extras como, trader de alto volume ou se juntar ao Clube Vantage, envie-nos um e-mail abaixo.

    [email protected]