COMPARTILHE
essa página
FacebookTwitterLinkedInWhatsAppTelegramMessenger

Alavancagens Maiores e Capital Flutuante

  

Nenhuma imagem ou texto devem ser tomados como indicação de investimento. Todo o conteúdo a seguir deve ser visto apenas com fins educacionais

Olá traders, hoje teremos o terceiro artigo sobre a Alavancagem, como ela funciona, os mitos e verdades sobre esse tema, destrinchado de uma forma que você nunca viu. Se não acompanhou o último, é essencial que o estude antes de avançar nesse de agora, pois aqui traremos a continuação do material anterior, então não deixe de conferir antes de continuar. Acesse aqui.

Hoje vamos estudar sobre o que acontece com a margem quando operamos com alavancagens maiores. Veremos a diferença colossal entre uma alavancagem baixa e as mais significativas. Também aprenderemos sobre o impacto que isso tem no capital flutuante.

Alavancagens Maiores

Com alavancagens mais expressivas, a diferença aqui é que a quantidade de margem mínima exigida pela corretora será bem menor. Supondo que a conta do exemplo tivesse 1:500, por exemplo, vamos ver como ficaria no momento mais crítico, quando havia 3 operações em andamento.

Primeira Ordem – EURUSD – 0.05

Segunda Ordem – USDJPY – 0.10

Terceira Ordem – AUDUSD – 0.05

Consegue enxergar a gigantesca diferença entre operar com pouca e com muita alavancagem? Em uma situação, de 1:20, o trader abriu 3 ordens e já ficou com a margem comprometida. Na outra, ainda tinha margem livre, com folga.

Atenção – Eu volto a repetir, isso não significa que com mais alavancagem o trader deva abrir mais ordens, ou ainda operar com mais lotes!! Significa outra coisa. Ter mais alavancagem mostrou que para eu abrir as mesmas ordens eu preciso ter menos dinheiro na conta.

Considere o trader A com alavancagem de 1:20, e o trader B com alavancagem de 1:500. Digamos que ambos tenham o mesmo sistema, e as oportunidades mostradas nos exemplos fossem as mesmas para os dois operadores. O trader A teria que ter no mínimo US$ 980.00 depositados na sua conta, pois no momento mais crítico para sua margem, esse foi o valor exigido pela corretora para poder abrir as ordens que desejava. Já o trader B precisaria ter em conta apenas US$ 38.20, e mesmo assim estaria liberado para abrir as mesmas ordens que o trader A.

Com essa lição você começou a aprender, de maneira simples, como usar a grande vantagem da alavancagem no Forex a seu favor. Entendeu que quanto maior alavancagem uma conta tem, menor é a margem exigível para abrir as ordens. E quanto menor a alavancagem, mais dinheiro o trader tem que ter para manter a garantia adequada a suas operações.

Mas há um grande ‘porém’ nessa história…

Não é assim tão simples. Não queira você a partir de agora mandar 50 dólares para sua corretora, abrir uma conta com alavancagem de 1:500, e achar que vai ganhar muito dinheiro operando esses lotes. Também não pense em sacar quase todo seu capital, já que agora você entende que não precisa deixar tanto dinheiro assim na sua conta. O tema Gestão de Capital tem mais nuances e detalhes, e você poderá  aprender como dosar o saldo depositado, com a necessidade de sempre poder garantir a margem.

Capital Líquido – Capital Flutuante

Antes de passarmos para o aprendizado do Stop Out, importantíssimo na gestão de capital, dando continuidade ao tema da alavancagem e depósito na corretora, vamos ver como ficariam a margem utilizada e a margem liberada de acordo com o andamento das ordens positivas e negativas. Ou seja, verificaremos com exemplos de movimentação do preço, e alteração do resultado das ordens, tanto para ganho, como para perdas.

A princípio saiba que a margem utilizada não será alterada, ela se manterá fixa independente se as ordens estão no lucro ou com prejuízo. Isso acontece devido ao fato de que o cálculo da margem não depende do saldo, mas sim de quanto a pessoa quer operar, e especialmente da alavancagem. Você viu que a fórmula para saber a margem é o lote dividido pela alavancagem, e com as ordens abertas, positivas ou negativas, o lote não muda, nem a alavancagem da conta. Dessa forma, a margem utilizada será sempre a mesma. A margem usada só será alterada se alguma nova ordem for aberta, ou fechada.

Fique atento, algumas corretoras permitem que você mude a alavancagem de uma conta, e caso ela permita fazer isso com ordens abertas (o que é difícil), então você precisa ficar bastante atento a essa questão da margem, pois com a mudança na alavancagem, a margem será alterada. Em situações normais, porém, com a alavancagem fixa e o lote sem poder ser alterado uma vez que a ordem está aberta, então a margem utilizada não vai variar.

Já a margem liberada, aquela que ainda pode ser utilizada em outras operações, essa aqui depende dos resultados das ordens abertas. Isso porque o cálculo para saber quanto ainda há disponível envolve o saldo flutuante, ou capital líquido. Para saber a margem liberada a fórmula é a que segue.

Aqui não tem nada de muito novo, pois você já sabia que a margem liberada é diminuída conforme novas ordens são abertas. Também já sabe que a margem livre aumenta quando as ordens são fechadas. Ok.

Agora repare que ali não é o saldo inicial no cálculo, mas sim o capital líquido.

Capital Líquido é o saldo da conta acrescido (ou diminuído) do resultado dos trades em andamento. Digamos que o trader A do exemplo anterior, que começou com US$ 1,000.00 dólares, suponha que no momento em que ele estava com 3 ordens abertas seu resultado em andamento fosse o seguinte.

– EURUSD: Lucro de +US$ 200.00

– USDJPY: Lucro de +US$ 25.00

– AUDUSD: Prejuízo de -US$ 125.00

Saldo líquido em andamento: Lucro de +US$ 100.00

Veja que nessa situação o trader A está com um lucro acumulado de suas operações abertas no valor de US$ 100.00 dólares. Assim, como ele iniciou os trades com um saldo de US$ 1,000.00, seu Capital Líquido agora é de US$ 1,100.00, ou seja, 100 dólares a mais do que começou. Pois como disse, Capital Líquido é o saldo inicial (antes das operações) acrescido ou diminuído dos resultados das ordens em andamento.

Antes de abrir as ordens seu capital era de US$ 1,000.00, e agora para o trader A, que está ganhando 100 dólares nas suas operações (ainda em andamento), aparecerá a informação de que seu Capital Líquido é maior que seu saldo inicial, isto é, 100 dólares a mais.

Com essa situação, acontece algo para a Margem Liberada do trader A, ela vai aumentar! Sim, como você viu, o cálculo da Margem Livre depende do Capital Líquido da conta, e o Capital Líquido da conta depende do resultado flutuante (das ordens em andamento). Se o resultado está sendo um ganho, então esse lucro será somado ao saldo inicial para chegarmos ao Capital Líquido. E desse valor descontaremos a margem utilizada, para sabermos quanto será agora a nova Margem Liberada.

Vamos verificar então como fica a conta do trader no momento em que ele está tendo esse lucro de +US$ 100.00.

*Repare que aqui estou considerando o momento em que o trader A está com as 3 ordens abertas.

Quanto mais lucros as ordens gerarem, maior será a margem liberada na conta. Assim, com mais ordens lucrativas, existe a possibilidade de abrir outras operações, pois a margem livre irá aumentar, o que permitiria que outras negociações fossem abertas. Porém você verá que isso não é algo recomendável. Em hipótese alguma o trader deve querer “preencher os espaços” da margem, unicamente porque pode operar mais. Quem pensa assim são os amadores. Mais pra frente estudaremos sobre o Stop Out, o grande vilão de quem não sabe gerenciar adequadamente seu capital.

E no caso de termos um resultado líquido flutuante negativo? Nesse caso, veja o que acontece com a margem, considerando se o trader A estivesse perdendo em suas operações.

É meu amigo, você acaba de descobrir que a margem liberada pode ficar negativa. Nesse caso, além de não poder abrir mais nenhuma negociação, o trader começa a correr o perigo do stop out. Nada mais é que um sistema de proteção da corretora para encerrar as ordens compulsoriamente, independente da vontade do operador, visando liberar margem para as negociações. Mas chegaremos lá.

Por hoje ficamos por aqui, mas no próximo artigo da série vamos entrar fundo nos temas: Nível de Margem, Margin Call e o temido Stop Out. Você vai ficar bastante preparado pra saber lidar tranquilamente com esses assuntos, pois são cruciais para seu aprendizado.

Não deixe de conferir o primeiro artigo dessa série no link a seguir.

Espero que tenha gostado e aguarde os próximos artigos por aqui no site da Vantage.

Experiência comercial Plus

Previous
Next

Abertura de conta rápida e fácil

  • Registre-se

    Escolha um tipo de conta e inscreva-se

  • deposite

    Deposite fundos na sua conta com uma ampla variedade de métodos de depósito

  • Faça trading

    Tenha acesso a mais de 1.000 instrumentos de CFD em todos os tipos de ativos no MT4/MT5.

Isso é tudo. É muito fácil abrir uma conta de trading Forex e CFD.
Bem-vindo(a) ao mundo do trading!
ABRIR CONTA REAL

Fale conosco

  • Questões gerais

    Estamos aqui para fornecer a você uma jornada de trading bem-sucedida, desde a abertura da conta até o financiamento e a negociação.

    [email protected]
  • Clientes Premium

    Se você estiver interessado em se tornar um premium para desbloquear serviços extras como, trader de alto volume ou se juntar ao Clube Vantage, envie-nos um e-mail abaixo.

    [email protected]