COMPARTILHE
essa página
FacebookTwitterLinkedInWhatsAppTelegramMessenger

Análise do Dólar em 2022 e os reflexos para 2023.

  

Nenhuma imagem ou texto devem ser tomados como indicação de investimento. Todo o conteúdo a seguir deve ser visto apenas com fins educacionais

E aí, amigos, como estão? Nesse estudo de hoje iremos compreender mais a fundo como podemos utilizá-las moedas no atual momento para ter melhores lucros. Lembrando que tudo aqui compõem uma avaliação especulativa que tange às possibilidades de acertos. Estejam abertos a compreender a essência do artigo.

O artigo abaixo irá apresentar as notícias que podem impactar os pares de moedas. É importante lembrar que preços de entrada e saídas são feitos pela análise gráfica, trataremos sobre nas discussões abaixo.

Pontos de Discussão – DXY (Cesta de moedas contendo o Dólar) 

Estamos no final do ano de 2022 e muitas coisas aconteceram, quero aproveitar a oportunidade para fazermos uma passagem pelo Dólar olhando o cenário atual e o que poderá vir para o futuro.

Na última semana tivemos a última alteração da taxa de juros do FED (Sistema federal de reserva), tecnicamente para um país entrar em recessão é necessário que ocorra três relatórios negativos do IPC e taxa de emprego.

Ao longo de Dezembro tivemos o seguintes relatórios:

– Núcleo de despesa de consumo pessoal e índice do preço do consumidor fechou o mês com 0,2% e a expectativa de mercado era de 0,3%. É a principal medida de inflação do Federal Reserve. 

O controle da inflação é importante para a valorização da moeda porque o aumento dos preços de serviços e produtos leva o banco central a aumentar as taxas de juros em respeito ao seu mandato de contenção da inflação, logo neste mês tivemos um ajuste da taxa de juros, logo mais veremos sobre isso.

Esse relatório veio abaixo do esperado, levando o dólar a perder valor e automaticamente tirando o poder de compra da moeda. Para essa semana teremos o relatório do PCE e IPC com projeção para 0,2%, o mesmo resultado de dezembro. Acredito na possibilidade de o dólar manter o resultado do início do mês, logo iniciaremos o ano com o Dólar em alta e com boa perspectiva.

– Reivindicação de Desemprego que veio acima do esperado, porém é um relatório semanal e logo suas aplicações não têm tanta relevância sempre ao preço da moeda, embora tenha fechado no positivo ainda mostra um aquecimento do Dólar para o mercado;

– Índice de gerentes de compras, é um indicador importante da saúde econômica – as empresas reagem rapidamente às condições do mercado e seus gerentes de compras possuem talvez o insight mais atual e relevante sobre a visão da empresa sobre a economia; esse indicador teve este mês acima da expectativa do mercado, chegando a 56,5 pontos para manufatura e os dados de fabricação de negócios de 49,5. É uma perspectiva positiva para o Dólar tendo em vista que a economia se mantém aquecida.

– Taxa de Desemprego ocorreu uma queda com uma menor busca por empregos, isso pode ter ligação com o mês de dezembro que é marcado com muitas comemorações e logo muitas oportunidades de trabalho no setor comercial. O relatório deste mês veio em 3,7% superou a expectativa de baixa e mostra que o dólar está aquecido frente ao mercado. Os dados para janeiro ainda não estão disponíveis, mas mediante aos cenários que estamos conseguindo ver é possível que o dólar ainda esteja com força para o início do próximo ano.

– Alteração da taxa de juros, isso motiva investimentos para renda fixa e desmotiva a renda variável, logo com a alteração nos temos um controle maior sobre a inflação e tentar manter o nível de consumo da sociedade. A decisão da taxa geralmente é precificada no mercado, portanto, tende a ser ofuscada pela Declaração do FOMC, que é focada no futuro

E para fechar o mês teremos a confiança do consumidor para os norte-americanos, isso nos dará um termômetro para o que irá acontecer no próximo relatório do IPC e da Taxa de desemprego, pois um relatório positivo vai mostrar que o dólar se mantém ainda aquecido na sua economia. O relatório de novembro veio acima da expectativa.

O analista também lembrou que Powell citou que o mercado de trabalho nos EUA continua muito aquecido e que a inflação de produtos diminuiu porque a cadeia de produção voltou ao normal. Mas alertou que o grande problema é a inflação de serviços, que continua pressionada com o risco de subir mais por conta do mercado de trabalho extremamente aquecido. “Então, ele afirmou a necessidade de continuar apertando as condições monetárias até a gente ter o balizamento de tudo trazendo a inflação para a meta”, avalia.

– Agora vamos dar uma olhada na última decisão do Fed (Fundo de reserva do Eua)

Durante a última reunião do ano, o Federal Reserve, autoridade monetária dos Estados Unidos, decidiu elevar mais uma vez a taxa básica de juros. O aumento de 0,5 ponto percentual já era esperado e aconteceu dentro das expectativas de mercado. O período de aperto monetário, porém, ainda está longe do fim e deve exigir do investidor mudanças na estratégia de alocação. Na reunião de novembro, as projeções apontavam que a taxa básica de juros dos Estados Unidos chegaria a 4,6%. Neste último encontro, dos 19 membros, 17 acreditam que a taxa deve passar dos 5%.

O Federal Reserve aumentou a projeção de taxa máxima de 4,6% para 5,1%. Na reunião anterior – de novembro – , a projeção de taxa máxima era de 4,6%. Há 19 membros do comitê e há três meses nenhum deles acreditava que a taxa fosse passar de 5%. Na última quarta-feira (14), 17 dos 19 membros acreditavam que a taxa iria passar dos 5%. Percebo que o Fed está perdido. Eles estão mudando as projeções com extrema rapidez.

Vale lembrar que ao longo do ano passado, o banco central americano informou que a inflação seria transitória. Em setembro e outubro de 2021, reconheceram que não era transitória e não fizeram nada. Só começaram a subir as taxas apenas em março de 2022. Ou seja, o Fed ficou um ano cochilando no volante. O que aconteceu? Começaram a subir a taxa de juros com um ano de atraso e iniciaram um movimento de aumento de taxa que para a economia norte-americana foi de forma muito agressiva.

Então a economia americana tem o risco de enfrentar uma recessão econômica?

Essa é a pergunta que o mercado está fazendo. Uma parte acredita que o Fed irá controlar a inflação sem uma recessão econômica severa, enquanto outros acreditam que não. Eu estou dentro do segundo grupo porque o problema é que o mercado de trabalho está muito “apertado”. Temos ainda um aumento de salário muito significativo e vimos que foram criados 230 mil novos postos, enquanto o mercado esperava 200 mil.

Com esse mercado de trabalho bem aquecido, a inflação não vai voltar ao nível de 2% sem causar uma recessão econômica. A renda fixa já está precificando uma recessão e o segmento de renda variável ainda não. Estamos vendo sinais contraditórios. Na minha carreira, todas as vezes que eu vi o mercado de renda fixa sinalizar uma direção e o mercado de renda variável sinalizar o contrário, no fim, o mercado de renda fixa estava certo.

Pontos de Discussão – JPY (Moeda Japonesa)

O banco central do Japão chocou os mercados nesta terça-feira com um ajuste inesperado em seu controle de rendimento de títulos ao permitir que as taxas de juros de longo prazo aumentem mais, movimento que busca aliviar alguns dos custos do estímulo monetário prolongado.

Tabela criada no Investing.com, analisada por Sheila Dalmaschio.

Investidores esperavam que o Banco do Japão não fizesse nenhuma alteração em seu controle da curva de juros até que o presidente da autoridade monetária, Haruhiko Kuroda, deixe o cargo em abril. Ao explicar que essa é uma tentativa de dar vida ao mercado de títulos, o Banco do Japão decidiu permitir que o rendimento dos títulos de 10 anos se mova com uma banda de 0,50 ponto percentual tanto para cima quanto para baixo em relação à meta de 0%, contra faixa anterior de 0,25 ponto.

Mas o banco central manteve sua meta de rendimento e disse que aumentará acentuadamente a compra de títulos, um sinal de que a mudança foi um ajuste fino da política monetária ultra frouxa atual, em vez da retirada de estímulo.

Kuroda afirmou que a mudança busca eliminar distorções na forma da curva de juros e garantir que os benefícios do programa de estímulo do banco sejam direcionados aos mercados e empresas.

“O passo de hoje tem como objetivo melhorar as funções do mercado, ajudando assim a aumentar o efeito de nossa flexibilização monetária. Portanto, não é um aumento da taxa de juros”, disse Kuroda em uma conferência de imprensa.

“Esta mudança aumentará a sustentabilidade de nosso arcabouço de política monetária. Não é absolutamente uma revisão que levará ao abandono do controle da curva ou a uma saída da política monetária frouxa.”

Como amplamente esperado, o banco central japonês deixou inalteradas suas metas de controle da curva de rendimentos, fixadas em -0,1% para as taxas de juros de curto prazo e em torno de zero para o rendimento dos títulos a 10 anos, ao encerrar sua reunião de política monetária nesta terça-feira.

O Banco do Japão também disse que aumentará as compras mensais de títulos do governo japonês para 9 trilhões de ienes (67,5 bilhões de dólares) por mês, em relação aos 7,3 trilhões de ienes anteriores.

Calendário Econômico para a Semana

Por ser o final do ano e muitas comemorações ocorrerem, teremos uma semana bem calma. Veja:

– Segunda-Feira, 19 de Dezembro de 2022, 22:00 – Declaração de Política Monetária.

– Quarta-Feira, 21 de Dezembro de 2022, 10:00 – Confiança do consumidor do conselho do consumidor norte-americano.

– Sexta-Feira, 23 de Dezembro de 2022, 08:30 – Núcleo PCE índice de preços dos EUA.

Credit: Sheila Dalmaschio

Experiência comercial Plus

Previous
Next

Abertura de conta rápida e fácil

  • Registre-se

    Escolha um tipo de conta e inscreva-se

  • deposite

    Deposite fundos na sua conta com uma ampla variedade de métodos de depósito

  • Faça trading

    Tenha acesso a mais de 1.000 instrumentos de CFD em todos os tipos de ativos no MT4/MT5.

Isso é tudo. É muito fácil abrir uma conta de trading Forex e CFD.
Bem-vindo(a) ao mundo do trading!
ABRIR CONTA REAL

Fale conosco

  • Questões gerais

    Estamos aqui para fornecer a você uma jornada de trading bem-sucedida, desde a abertura da conta até o financiamento e a negociação.

    [email protected]
  • Clientes Premium

    Se você estiver interessado em se tornar um premium para desbloquear serviços extras como, trader de alto volume ou se juntar ao Clube Vantage, envie-nos um e-mail abaixo.

    [email protected]