COMPARTILHE
essa página
FacebookTwitterLinkedInWhatsAppTelegramMessenger

A contração do Dólar influencia a paridade USDJPY?

  

Nenhuma imagem ou texto devem ser tomados como indicação de investimento. Todo o conteúdo a seguir deve ser visto apenas com fins educacionais

E aí, amigos, como estão? Nesse estudo de hoje iremos compreender mais a fundo como podemos utilizar o Dólar no atual momento para ter melhores lucros. Lembrando que tudo aqui compõem uma avaliação especulativa que tange às possibilidades de acertos. Estejam abertos a compreender a essência do artigo.

Os artigos abaixo irei apresentar as notícias que podem impactar os pares de moedas. É importante lembrar que preços de entrada e saídas são feitos pela análise gráfica, trataremos sobre nas discussões abaixo.

Pontos de Discussão – DXY (Cesta de moeda do Dólar)

O índice DXY, que mede o dólar ante uma cesta de moedas fortes, avançou nesta sexta-feira 28.10.2022, com investidores atentos a sinais da inflação nos Estados Unidos e sua influência para apolítica monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano). Além disso, o iene ficou sob pressão, após o Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) manter a política monetária relaxada.

O DXY já exibia ganhos no início do dia, após o Banco do Japão (BoJ) reafirmar sua política acomodatícia, mesmo que o Banco Central Japonês também tenha revisado para cima projeções de inflação. A postura do BoJ, em um quadro global de aperto monetário em vários dos principais bancos centrais, levou o iene a renovar mínimas em 32 anos nos últimos dias.

Na agenda de indicadores dos EUA, o índice de preços de gastos com consumo avançou 0,5% em setembro ante agosto, como esperado por analistas. A Oxford Economics avaliou que a inflação “ainda está muito elevada para o Fed”, o que fez a consultoria reafirmar expectativa de alta de 75 pontos-base nos juros na próxima semana, com uma elevação de 50 pontos-base em dezembro.

 O que é o Índice de Preço ao Consumidor?

O Índice de Preços ao Consumidor (CPI) mede a evolução dos preços de bens e serviços. O CPI mede a variação de preços a partir da perspectiva do consumidor. É uma maneira fundamental para medir as variações de tendências de compra e a inflação nos Estados Unidos. Valores superiores aos esperados devem ser considerados como positivo/alta para o USD (sendo o caminho comum para lutar contra a inflação o aumento das taxas, o que pode atrair o investimento estrangeiro), enquanto valores inferiores aos esperados devem ser considerados como negativos/baixos para o USD.

Tabela elaborados por Sheila Dalmaschio, criado na investing.com.

Na Tabela acima, percebemos a diminuição da inflação frente as decisões mais agressivas do BC americano, no entanto ao se manter nesta postura podemos continuar vendo o dólar tendo bons resultados perante o mundo.

Também hoje, as expectativas de inflação nos EUA, medidas pela Universidade de Michigan, avançaram de 4,7% em setembro a 5,0% em outubro, para 12 meses. As expectativas para o horizonte de cinco anos avançaram de 2,7% a 2,9%. A Oxford Economics comenta que, mesmo com a melhora no sentimento do consumidor para outubro na mesma pesquisa, o avanço das expectativas de inflação mostra a situação “precária” dos consumidores nos EUA, com preços em alta e crescente incerteza na perspectiva econômica, tendo em vista a possibilidade de recessão econômica para o próximo ano.

A Capital Economics, em relatório publicado hoje, avalia que o dólar pode se valorizar ainda mais, diante da postura do Fed. Ela comenta, porém, que o relatório mensal de empregos (payroll), que sai na próxima sexta-feira, poderia consolidar a visão de que o Banco Central americano que deve elevar os juros em ritmo menor em dezembro, após a alta de 75 pontos-base em dezembro, amplamente esperada pelo mercado.

Pontos de Discussão – USD/ JPY (Dólar vs Yene)

O Japão gastou um recorde de 6,3499 trilhões de iene (42,8 bilhões de dólares) em intervenção cambial este mês para sustentar o iene, disse o Ministério das Finanças, com investidores ansiosos por pistas sobre quanto mais as autoridades podem intervir para amenizar a forte queda da moeda.

O valor ficou ligeiramente abaixo das estimativas dos corretores do mercado monetário de Tóquio, que estimavam que o Japão havia gastado até 6,4 trilhões de ienes no total em dois dias consecutivos de negociações não anunciadas em 21 e 24 de outubro.

Uma queda acentuada no iene para uma mínima de 32 anos de 151,94 por dólar em 21 de outubro provavelmente desencadeou a intervenção no dia 21.

Gráficos elaborados por Sheila Dalmaschio, criado com Trading View.

No entanto, o valor foi quase o dobro dos 2,8 trilhões de ienes que Tóquio gastou no mês passado em sua primeira intervenção de compra e venda de dólares em mais de duas décadas. Os últimos registros de intervenção aconteceram de 29 de setembro a 27 de outubro.

As últimas intervenções ajudaram a desencadear uma queda imediata do dólar de mais de 7 ienes em 21 de outubro, e outro tombo de cerca de 5 ienes em 24 de outubro, embora temporariamente; a moeda japonesa desde então está sob pressão renovada.

Com dados sólidos de gastos do consumidor nos Estados Unidos concentrando a atenção na inflação persistente e atenuando as expectativas de aumentos mais lentos dos juros pelo Federal Reserve, enquanto o Banco do Japão continua comprometido com juros ultrabaixos, o dólar voltava a subir nesta segunda-feira, com alta de 1%, a 148,45 ienes.

Os dados de intervenção cambial do Japão, incluindo valores totais mensais divulgados no final de cada mês e gastos diários divulgados em relatórios trimestrais, são observados de perto em busca de pistas sobre quanto mais o Japão pode estar disposto a gastar em suas incursões no mercado de câmbio.

O ministro das Finanças do Japão, Shunichi Suzuki, disse nesta terça-feira (25) que não há contradição entre a compra de ienes de seu ministério para apoiar a moeda e o Banco do Japão imprimir dinheiro para sustentar sua política monetária ultrafrouxa.

“O afrouxamento monetário visando aumentos de preços sustentáveis e estáveis, incluindo crescimento salarial, e a intervenção cambial em resposta a movimentos excessivos do mercado são diferentes em termos de objetivos e, portanto, não são contraditórios”, disse Suzuki.

A política do banco central busca a estabilidade de preços, sem visar moedas, disse ele.

Calendário Econômico para a Semana

Essa semana teremos uma semana com mais tranquilidade frente as moedas mencionadas acima, porém ainda temos que estar vigilantes ao gerenciamento das nossas ordens de mercado. Vejamos:

– Terça-Feira, 01 de Novembro de 2022, às 10:00, horário de Brasília – PMI Índice do gerentes de compras. EUA

– Terça-Feira, 01 de Novembro de 2022, às 10:00, horário de Brasília – JOLTS Pesquisa das vagas de empregos e rotatividade de mão de obra, EUA.

– Quinta-Feira, 27 de Outubro de 2022, às 08:30, horário de Brasília – Conferencia de imprensa do Banco Central Europeu.

– Segunda-Feira, 31 de Outubro de 2022, às 23:35, horário de Brasília – Leilão de títulos de 10 anos. JPY.

Credit: Sheila Dalmaschio

Experiência comercial Plus

Previous
Next

Abertura de conta rápida e fácil

  • Registre-se

    Escolha um tipo de conta e inscreva-se

  • deposite

    Deposite fundos na sua conta com uma ampla variedade de métodos de depósito

  • Faça trading

    Tenha acesso a mais de 1.000 instrumentos de CFD em todos os tipos de ativos no MT4/MT5.

Isso é tudo. É muito fácil abrir uma conta de trading Forex e CFD.
Bem-vindo(a) ao mundo do trading!
ABRIR CONTA REAL

Fale conosco

  • Questões gerais

    Estamos aqui para fornecer a você uma jornada de trading bem-sucedida, desde a abertura da conta até o financiamento e a negociação.

    [email protected]
  • Clientes Premium

    Se você estiver interessado em se tornar um premium para desbloquear serviços extras como, trader de alto volume ou se juntar ao Clube Vantage, envie-nos um e-mail abaixo.

    [email protected]