COMPARTILHE
essa página
FacebookTwitterLinkedInWhatsAppTelegramMessenger

Euro permanece abaixo da paridade em relação do Dólar. É hora de comprar?! 

  

Nenhuma imagem ou texto devem ser tomados como indicação de investimento. Todo o conteúdo a seguir deve ser visto apenas com fins educacionais 

E aí, amigos, como estão? Nesse estudo de hoje iremos compreender mais a fundo quais são os pares majoritárias e como podemos utilizar no atual momento do Dólar para ter melhores lucros. Lembrando que tudo aqui compõem uma avaliação especulativa que tange as possibilidades de acertos. Estejam abertos a compreender a essência do artigo. 

Os artigos abaixo irei apresentar as notícias que podem impactar os pares de moedas. É importante lembrar que preços de entrada e saídas são feitos pela análise gráfica, trataremos sobre nas discussões abaixo. 

Pontos de Discussão – EUR/USD (Euro e Dólar Americano) 

>inicialmente vamos falar do Dólar e na semana passada nós falamos sobre as possibilidades de o Dólar chegar no mesmo preço dos anos 2000. Deixando o Dólar a us$ 1 por Euro a 1€.  

Bom, essa semana já temos o cenário de valorização do dólar, no entanto semana passada o Jerome Powell fez um discurso talvez um pouco desanimador para os que buscam taxa de juros mais altas. 

O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, disse que os esforços do banco central para reprimir a inflação exigirão um “período sustentado de crescimento abaixo da tendência” que causará dor para famílias e empresas. 

“Esses são os custos infelizes da redução da inflação”, disse Powell durante um discurso na reunião anual do Fed em Jackson Hole, Wyo. “Mas uma falha em restaurar a estabilidade de preços significaria um sofrimento muito maior”. 

No ano passado, autoridades do Fed insistiram que a inflação seria temporária, mas os preços altos persistiram por muito mais tempo do que o esperado, algo que forçou os formuladores de políticas a agir agressivamente para esfriar a economia. 

Powell disse que o banco central está determinado a domar a inflação, mesmo correndo o risco de uma recessão. Isso significa continuar pressionando os aumentos das taxas de juros até que o Fed esteja convencido de que atingiu sua meta. Há um debate sobre até onde o Fed irá na próxima reunião de política monetária em setembro. 

Gráficos elaborados por Sheila Dalmaschio, criado com Trading View 

Um conjunto importante de dados foi divulgado na sexta-feira. A medida de inflação preferida do Fed, o núcleo do índice de gastos com consumo pessoal, subiu 0,1% em julho em relação a junho e 4,6% no ano até julho, ambos abaixo do esperado pelos analistas. 

Também foi muito inferior às leituras de junho, uma indicação de que a inflação está esfriando. O número do núcleo exclui os preços de alimentos e energia, que tendem a ser mais voláteis. Veja abaixo os relatórios desses últimos meses.  

Tabela elaborados por Sheila Dalmaschio, criado na Investing 

“Embora as leituras de inflação mais baixas para julho sejam bem-vindas, a melhora de um único mês fica muito aquém do que o Comitê precisará ver antes de estarmos confiantes de que a inflação está caindo”, disse Powell na sexta-feira. 

>E vamos falar agora do Euro, a perda de valor da moeda única europeia torna atraente a compra no mercado internacional. Segundo a equipe de estratégia de câmbio do BCA Research, os investidores externos podem obter um retorno anualizado de 6% na próxima década se a cotação do euro em relação ao dólar voltar ao seu “valor justo”. 

No entanto, as perspectivas de curto prazo para o euro estão repletas de riscos. Afinal, diante dos problemas econômicos cada vez piores da zona do euro, um período prolongado de fraqueza da moeda parece mais provável. 

“Os preços mais elevados da energia são negativos para o crescimento da zona euro e prejudiciais para as perspectivas de inflação”, observam os estrategistas do BCA Research. Ao mesmo tempo, os diferenciais das taxas de juros na zona do euro e nos Estados Unidos também favorecem o dólar. 

Com isso, até mesmo a tentativa de uma postura mais agressiva (“hawkish”) do Banco Central Europeu (BCE) caiu por terra. Nem uma forte alta da taxa de juros por parte do BCE conseguiria fortalecer o euro, por ora. 

“Grandes altas de juros não são favoráveis à moeda quando são feitas para manter as expectativas de inflação ancoradas e prejudicam as perspectivas de crescimento ao mesmo tempo”, disse Sam Zief, chefe de estratégia global de câmbio do JPMorgan, à Bloomberg. Com isso, o viés de baixo para o euro tende a persistir.  

Ele se refere à crise da dívida na Grécia e à turbulência política na Itália. Ainda assim, o ING avalia que a cotação do euro em relação ao dólar permanece subvalorizado em cerca de 5% com base no valor justo de curto prazo. 

Veja o gráfico abaixo para que perceba que desde o início de dezembro de 2020 o EurUsd vem caindo com muita força, o dólar vem se destacando frente ao Euro. 

Gráficos elaborados por Sheila Dalmaschio, criado com Trading View 

Todas as questões que pontuei aqui levaram ao cenário do movimento de queda. A medida em que o mercado entendeu que o euro estava perdendo valor frente ao dólar, os números se dirigiam para pontuações menores. 

Pontos de Discussão –  XAU/USD (Ouro e Dólar Americano) 

Aproveitando o conteúdo do artigo anterior, temos um dólar forte no mundo diante das suas decisões econômicas e seus esforços para melhorar seus dados econômicos. 

Diante deste cenário o Ouro foi o único ativo que ainda não corrigiu seu preço desde a pandemia, o que gerou uma pressão alta sobre o topo entre os preços 1700 até os 2000. Isso pode levar o Ouro tomar uma explosão dentro de um movimento de baixa. 

Se correlacionarmos, o dólar pode ganhar força frente ao ouro e, portanto, levar o preço para baixo, conforme a tendência macro indica. Vejamos o gráfico abaixo. 

Gráficos elaborados por Sheila Dalmaschio, criado com Trading View 

Acredito que o ouro tenderá para baixa, principalmente se EUA mantiver suas metas de alteração nas taxas de juros para os próximos anos, conforme prometeu Jerome Powell. 

Calendário Econômico para a Semana 

Essa será uma semana tranquila e com poucas notícias. Será um fechamento de mês e apresentação de alguns dados para o próximo mês. Vejamos abaixo: 

– Terça-Feira, 30 de Agosto de 2022, às 11:00, horário de Brasília – Confiança do consumidor;  

– Terça-Feira, 30 de Agosto de 2022, às 11:00, horário de Brasília – JOLTS Pesquisa de vagas e Rotatividade de mão de Obra; 

– Quinta-Feira, 01 de Agosto de 2022, às 10:00, horário de Brasília – PMI Manufaturado. 

Credit: Sheila Dalmaschio

Experiência comercial Plus

Previous
Next

Abertura de conta rápida e fácil

  • Registre-se

    Escolha um tipo de conta e inscreva-se

  • deposite

    Deposite fundos na sua conta com uma ampla variedade de métodos de depósito

  • Faça trading

    Tenha acesso a mais de 1.000 instrumentos de CFD em todos os tipos de ativos no MT4/MT5.

Isso é tudo. É muito fácil abrir uma conta de trading Forex e CFD.
Bem-vindo(a) ao mundo do trading!
ABRIR CONTA REAL

Fale conosco

  • Questões gerais

    Estamos aqui para fornecer a você uma jornada de trading bem-sucedida, desde a abertura da conta até o financiamento e a negociação.

    [email protected]
  • Clientes Premium

    Se você estiver interessado em se tornar um premium para desbloquear serviços extras como, trader de alto volume ou se juntar ao Clube Vantage, envie-nos um e-mail abaixo.

    [email protected]